domingo, 31 de julho de 2011

Amarração amorosa para ter a pessoa amada


Esta amarração é muito antiga. Faça e veja como é infalível. Esta amarração pode ser feita por você também, que não tem nada com a pessoa por si amada, e por você que foi rejeitada ou abandonada.

Materiais e ingredientes necessários à realização desta amarração:

1 Folha de papel branca virgem (não escrita);
Incenso de Olibano da Somália;
3 Velas de Cera de Mel de Abelha Pura;
1 Taça nova de cristal ou de vidro transparente (nunca dantes usada) com Vinho Tinto;
1 Moeda corrente dourada (nova) de qualquer valor;
1 Punhado dos seus cabelos ou pêlos, assim como do seu companheiro ou companheira;
Tinta-da-china preta e vermelha (para simbolizar o sangue);
Nardo para queimar (não serve o óleo);
Incenso do puro nardo asiático;
Sal de Israel, se não tiver como obter sal de Israel, deverá usar Sal grosso comum, mas deve o levar num saco a uma igreja e rezar com ele 7 vezes nas mãos e salpicar o saco 7 vezes com água benta para o purificar.
Agora deve fazer o seguinte Ritual:
Recorte a folha em formato de triângulo, depois com o seu dedo anelar da mão esquerda assine seu nome com a tinta-da-china vermelha simbolizando o seu próprio sangue, em baixo de sua assinatura, escreva o nome da pessoa destinada a ser amarrada também com tinta-da-china vermelha. Depois vire o triângulo de forma a ficar com os nomes virados para o chão, na parte em que a cartolina está branca, deve acender em cada ponta uma vela de mel de abelha pura. No centro do triângulo coloque a taça de vinho com a moeda dourada e um punhado de seu cabelo ou pêlo com os cabelos ou pêlos da pessoa a ser amarrada. Ao lado deverá colocar o incenso de olibano para queimar. Faça um círculo de proteção (ao desenhar o circulo faça-o seguindo o sentido dos ponteiros do relógio) com o Sal de Israel à volta de todos os materiais dispostos no chão e entre dentro do círculo, durante a realização deste ritual não deverá sair dentro do círculo. Neste momento deverá fazer a invocação com uma voz altiva e firme, ordenando os espíritos dos anjos para que trabalhem em seu favor:
Invocação:
É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro. O que está em baixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está em baixo, para realizar os milagres de uma coisa única. Assim como todas as coisas foram e procedem do Um, pela mediação do Um, assim todas as coisas nasceram desta coisa única, por adaptação. O Sol é seu pai, a Lua é sua mãe, o vento o trouxe no seu ventre; a Terra o alimenta; o pai de tudo, o Thelesma de todo o mundo, está aqui. A sua força permanece inteira quando se converte em terra. Separarás a terra do fogo, o subtil do espesso, suavemente e com grande habilidade; subirá da terra ao céu e de novo descerá à terra, deste modo recebe a força das coisas superiores e inferiores. Por este meio obterás a glória do mundo e toda obscuridade se afastará de ti. É a força forte de toda força, pois vencerá toda coisa subtil e penetrará toda coisa sólida. Assim foi criado o mundo. Disto se farão admiráveis adaptações cujo meio está aqui. Por isso sou chamado Hermes Trismegisto, porque possuo as três partes da sabedoria de todo o mundo. O que eu disse sobre a operação do Sol está completo. Potências do Reino, ficai sob meu pé esquerdo e em minha mão direita!

Glória e Eternidade, tocai meus dois ombros, e dirigi-me nos caminhos da vitória!
Misericórdia e Justiça, sede o equilíbrio e o esplendor de minha vida!
Espíritos de Malchuth, conduzi-me entre as duas colunas, sobre as quais se apoia todo o edifício do Templo!
Anjos de Netzah e de Hod, firmai-me sobre a Pedra Cúbica de Iesod!
Ó Gedulael! Ó Geburael! Ó Thiphereth! Binael! Sê meu Amor!
Ruach Ocmael, sê minha Luz!
Sê o que fostes, o que és, e o que serás, ó Ketheriel!
Ischim, assisti-me em nome de Shadai!
Kerubim, sede minha força, em nome de Adonai!
Beni Elohim, sede meus irmãos, em nome do Filho e pela Virtude de Sabaoth!
Elohim, combatei por mim em nome do Tetragrama!
Malahim, protegei-me em nome de Iaveh!
Seraphim, purificai meu amor, em nome de Eloha!
Hasmalim, iluminai-me com o esplendor de Elohim e da Shekinah!
Aralim, agi!
Ophanim, girai, resplandecei!
Forças Santas, turbilhonai, clamai, espalhai as virtudes divinas!
Kadosh! Kadosh! Kadosh! Shadai! Adonai! Iotchavah Eiazerieth! Halleluiah! Halleluiah! Halleluiah espírito angélico de Furufur por todos estes santos nomes, obedeçam-me e façam-me (Nota: deve fazer o seu pedido de forma imperativa. Por exemplo: que fulano/a venha a mim muito mais amoroso/a, submisso, que aceite os meus desejos de livre e espontânea vontade sem conseguir resistir). Prometo que assim que conseguir o que quero, eu vos liberto, desde que seja muito rápido, em horas ou dias, que assim seja.
Terminada a invocação apague o incenso de olibano e queime o nardo, após terminar tudo, apague as velas com os dedos, pegue o triângulo e enterre em um vaso com uma muda da flor trombeta de anjo. Se não tiver a muda de trombeta de anjo, coloque outra muda (o ideal é a trombeta de anjo) após enterrar despeje o vinho, guarde a moeda com você (sem entrar em contato com outros metais ou moedas, o ideal é guardar a moeda dentro de um pequeno saco de veludo). Deverá utilizar o resto não utilizado do sal de Israel para tomar um banho (com água morna) no terceiro dia após ter feito esta amarração, rezando o Salmo 30. Os restos do sal usado para fazer o círculo de proteção deverão ser deitados fora em águas correntes de preferência.

Poderá repetir este ritual, por isso, depois do ritual feito apague as velas, guarde-as em um lugar sem luz e faça esta invocação acendendo as três em forma de triângulo com o incenso e repita o ritual de amarração quando necessitar de reforçar o poder deste feitiço de amarração.

Nenhum comentário: