quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Reza de Yaô «» Gbàdúrá iaô

Yaô

Gbàdúrá iaô
Reza de Yaô
Emi omo Òrìsà, ki mon e temi
Eu sou filho de Orixá, que eu seja Reconhecido por vós
Emi omo Òrìsà, ki mon e temi
Eu sou filho de Orixá, que eu seja Reconhecido por vós
Iaô ki ó E GbE, ki mon e temi
Convosco morar Yaô que vim, que eu Seja Reconhecido por vós
Iaô ki ó E GbE, ki mon e temi
Convosco morar Yaô que vim, que eu seja Reconhecido por vós
Iaô ki gbe e ó, ki gbe e ó, ki gbe e ó
Convosco morar Yaô que vim, convosco que vim morar convosco, Morar
Ki gbe e ó, ki gbe e ó, Orisa wa t'ilé
Que vim morar convosco, que vim morar convosco, Orixá da Nossa Casa
Ngbà Ilé 'gbe awa, Orisa wa t'ilé
A casa aceita nós morarmos, Orixá da Nossa Casa
Ngbà Ilé 'gbe awa
Nós aceitamos morar


Ilé Omo ní ire ó 'um Ngbe
O filho está feliz em morar em nossa casa
Ó Ngbe um Ilé, ire ó
Ele mora em nossa casa, ele está feliz
Ilé Omo ní ire ó 'um Ngbe
O filho está feliz em morar em nossa casa
Ó Ngbe um Ilé, ire ó
Ele mora em nossa casa, ele está feliz
Séré ebile wa ó um 'Ndé
Tornou feliz a nossa família à sua chegada
Omo l'ayo ire ó 'wa Ndé
O filho contente e feliz em chegar até nós
L'ire ó ayo
Ele está feliz e contente


Omo ní ará Ilé wa ó
O filho é membro da nossa casa (parente)
Oun de ara Ilé wa ó
Ele chegou e é membro da Nossa Casa
Omo ní ará Ilé wa ó
O filho é parente da nossa família (casa)
Oun de ara Ilé wa ó
Ele chegou e é parente da Nossa Casa
Orixás

Gbàdúrà Òrìsà
Reza dos Orixás
É Òrìsà Wa Ni Ejo
E Suprir venha Orixá-nos
Ó dide mi so e NBO Ki O '
Eu peço me erga, Saudando-vos e cultuando-vos
Sori um lé, atrás bò Jae-lae
Sobre a nossa casa, com licença, Cubra-nos e sempre
É um Òrìsà ní Ejo
E Orixá que nós sejamos supridos
Ó dide mi so yin bo Onòn
Erga-me eu peço, cultuando-vos no caminho
Ó sé uma tradição, uma tradição ó uma sé
Faça-nos felizes, faça-nos felizes
Babá um pecado e Ilé
Pai da Nossa Casa, Serviremos vos
É um Òrìsà ki Oní ó l'oro
Orixá para quem fazemos hoje culto tradicional
E wá sé um lore babá um pecado e Ilé
Venha nos fazer felizes, Pai da nossa casa, nós vos Serviremos


Comidas


O'nje Gbàdúrà
Reza das comidas
'MBA ló ojúmón um jeun
Juntos vamos comer a comida da Manhã
'MBA ló ojúmón um jeun
Juntos vamos comer a comida da Manhã
A ojúmón jeun mba ló
Vamos comer uma comida da manhã juntos




'MBA ló um jeun o'nje Oson
Juntos vamos comer uma comida da tarde
'MBA ló um jeun o'nje Oson
Juntos vamos comer uma comida da tarde
A o'nje jeun ló mba Oson '
Vamos comer a comida da tarde juntos




'MBA ló um jeun o'nje alé
Juntos vamos comer uma comida da noite
'MBA ló um jeun o'nje alé
Juntos vamos comer uma comida da noite
Ló mba A alé jeun o'nje '
Vamos comer a comida da noite juntos

Babalaxé

         Gbàdúrà ti Bàbáláàse
Reza do Babalaxé
Bàbáláàse ní yè wa
O Babalaxé deu-nos a vida
Soju Mòn omon Bàbáláàse um pecado e
Lance os olhos do conhecimento sobre os filhos, e nós Babalaxé Serviremos vos
Fí adósùu mi ní yè wa
Ele tornou-os adôxu E com o oxu deu-nos a vida
Soju Mòn omon Bàbáláàse um pecado e
Lance os olhos do conhecimento sobre os filhos, e nós o Babalaxé Serviremos
Fí ìkóòdíde mi ní yè wa
Pôs em nós ikodidé o e deu-nos a vida
Soju Mòn omon Bàbáláàse um pecado e
Lance os olhos do conhecimento sobre os filhos, e nós o Babalaxé Serviremos

Este gbàdúrà Pode ser mudado para Ìyáláàse substituindo onde estiver Bàbáláàse


Ogum



Gbàdúrà Ògún
Reza de Ogum
Oní ija Oní ija
Senhor da luta, senhor da guerra
Oní ija Oní ija
Senhor da luta, senhor da guerra
Atrás e atrás e meje
Com licença, com licença aos sete
Meje ó rin jé e jojo
Andam os sete e é extremo
A l'eru. Oní ija
O medo que nós sentimos. O senhor da luta
Oní ire, Oní ó ija
Senhor de Irê, senhor da luta
Ó gogoro ará oun
O corpo dele é esguio
Wá gbélé gbe aláàkòro
Venha morar e Proteger a Nossa Casa Senhor do Acoro
Um pecado yin, um pecado imonlè yin
Vos Serviremos Nós, nós vos Serviremos imanlé


E pa Lóònòn sí, lóònòn sí e pa
Para vós que matamos no caminho, para vós que matamos no caminho
Oní ki àwúre, oni ki Awa pa
O senhor que nos abençoa, Senhor para quem matamos
Ògún OníÌré, Lóònòn sí e pa
Ogum Senhor de Irê, para quem sacrificamos no caminho
Olóònòn ki àwúre
Senhor dos caminhos que nos abençoa


Ògún Òrìsà ki ija àwúre
Orixá Ogum luta que e nos abençoa
E ki ló iré gbe ó
Sois aquele que mora em Irê
E E E Daju Awa
Vigie-nos e guarde-nos
Daju e olóònòn ó
Vigie-nos, dono dos Caminhos
Daju e olóònòn Awa
Vigie-nos, dono dos nossos caminhos
E Daju olóònòn ó
Vigie-nos, dono dos Caminhos
E Daju olóònòn Awa
Vigie-nos, dono dos nossos caminhos

Oxossi

Gbàdúrà Òsóòsì
Reza de Oxóssi
Ode to wa sile, nire sile
O caçador é suficiente para a nossa casa, nossa casa para ser feliz
Sí sí omon omon ira Ilé
Para os filhos da casa Serem felizes
Ode to wa um sile nire
O caçador é suficiente para ser feliz Nossa Casa

Ossain

Gbàdúrà Òsónyìn
Reza de Ossain
E jìn e jìn Ewé jìn e ó
Vós destes, vós destes as folhas, vós destes
E jìn e jìn Ewé jìn e ó
Vós destes, vós destes as folhas, vós destes
E Meré jìn-mere Òsónyìn wa Oogun
Vós destes a nós a magia habilmente Ossain
E Meré jìn-mere Òsónyìn wa lé ó
Vós destes a nós a magia habilmente Ossain
Máá Lo Ba inon níigbó ti ibo um bo
Nunca iremos com o fogo às matas onde vos cultuamos
Máá Lo Ba inon níigbó ti ibo um bo
Nunca iremos com o fogo às matas onde vos cultuamos
Wa dé omi máá dé inon
Nós chegaremos com água, jamais com fogo
Máá Lo Ba inon níigbó ti ibo um bo
Jamais iremos com o fogo às matas onde vos cultuamos


Obaluayê

Gbàdúrà Obàluwàiyé
Reza de Obaluayê
Bí um sápadá, bi um sápadá
Se nós corrermos de volta, se corrermos de volta
Dàgòlóònòn é, ó ó Oní yè
Dê-nos licença nos caminhos, Senhos da vida
Eda nji E '
Acordais Vos que as Criaturas
Mo dara àgòlóònòn é
Sê-de bom para mim e dê-me licença nos caminhos

Oxumarê

Gbàdúrà Osumare
Reza de Oxumarê
Daju E Ojo odo
Certamente vossa chuva é o rio
Daju E Ojo odo s'àwa
Certamente vossa chuva é o rio para nós
Osumare e se wa de ojo
Oxumarê é quem trás a nós a chuva
Gbe awa ló sìngbà opé wa
Nós recebemos um e retribuímos com nossos agradecimentos
E Ojo kun wa
É o bastante a chuva para nós
Daju E Ojo odo
Certamente vossa chuva é o rio


Iansã

Gbàdúrà Oya
Reza de Iansã
Tawa l'ewa aláadé
Nossa Bela Senhora dona da Coroa
WA de Oya e Laari ó
Iansã chegou até nós, ela Possui muito valor
O ki wa Dé e Laari o
Nós a saudamos quando chega até nós, ela Possui alto valor
Sun Le oun dé Orun
Ela põe fogo na terra quando chega do céu
Eèpàà hey yéyé Geere
Saudamos a mãe que queima reluzente
Sun Le oun dé Orun
Ela põe fogo na terra quando chega do céu


Pè Enyin um BO e Oya
Chamamo vos-para cultuar-vos Iansã
Pè Enyin um bo Oya
Chamamo-vos para cultuar-vos Iansã
Oya K'àrá ganhou lo
Iansã que leva os raios embora
Pè Enyin um bo Oya e Ìyálóòde
Chamamo-vos para cultuar-vos Iansã, a pimeira-dama da sociedade


Ewa

Gbàdúrà Yewá
Reza de Ewa
NboYewà Pelé ', uma Yewá o nire
Cultuamos delicadamente Ewa, estamos felizes Ewa
Òrìsà yin Yewá um 'NBO
Orixá, estamos cultuando-vos Ewa
Yewá um ó nire
Ewa, estamos felizes


Oxum

Gbàdúrà Òsun
Reza de Oxum
Iyá ó ó yéyé Òsun um 'NBO RI O
Mãe, ó mamãe Oxum, nós a admiramos e cultuamos
Kí yéyé assim, yéyé ki so mi
Cumprimentamo-vos, mamãe, fale, cumprimentamo-vos fale comigo mamãe
L'Orun Mojú l'Onòn
Do céu olhe-me nos caminhos
Ó AYABÁ ki odo gbe l'omi Toju
Ó Rainha que mora no Rio, que toma conta
Olùtojú
Guardiã das águas
 

Yemanjá

Gbàdúrà Yemonja
Reza de Yemanjá
Yemonja inú gbe l'Odon de sìngbà
Yemanjá no rio vive, chega e retribui
Gba ní a tecnologia wi gbe (GBA ní odo yin)
Receba-nos e proteja-nos em vosso rio
Yemonja inú gbe l'Odon de sìngbà
Yemanjá no rio vive, chega e retribui
Gba ni (Agbe wi) yin odo
Receba-nos e proteja-nos em vosso rio
Tó bo sinu odo yin Òrìsà Ògìnyón
Cultuamo-vos em vosso rio suficientemente Orixá dos inhames novos
Gba ní odo yin
Receba-nos em vosso rio
Tó bo sinu odo yin Òrìsà Ògìnyón
Cultuamo-vos em vosso rio suficientemente Orixá dos inhames novos
Gba ní odo yin
Receba-nos em vosso rio


Nanã

Gbàdúrà Naná
Reza de Nanã
A nana ira, uma ira Naná um awo
Faça-nos felizes, Nana, felizes que nós cultuamos um Nanã
Naná um awo pelé um ní-Pelé 'MBA ló sí
Nanã, nós cultuamos um cuidadosamente e vamos embora juntos
Awa Ni l'omo awo
Nós somos filhos do culto
Pelé-MBA pelé ani 'si lo
Cuidadosamente estamos indo embora juntos
Awa Ni l'omo awo
Nós somos filhos do culto

Oxalá

Gbàdúrà ti Òòsààlà
Reza de Oxalá
Baba e pawo (atéwó)
Pai, Batemos palmas para vós
Fun mi kore pò
Dê-me colheita abundante
Baba e pawo (atéwó)
Pai, Batemos palmas para vós
Fun mi kore pò
Dê-me colheita abundante
Saré mi ki maa e pecado
Faça-me Feliz, o filho que vos sauda, cultua
E pawo (atéwó), e divertimento mi
E aplaude, dê-me
Ase kore, pe àse e o o
O axé de colher, peço-vos este axé, ô ô
Saré sin mi k'omon e pawo
Faça-me feliz que sou o filho que vos sauda e aplaude
Saré sin mi k'omon e atewó
Faça-me feliz que sou o filho que vos sauda e aplaude

Nenhum comentário: