sexta-feira, 29 de julho de 2011

CABOCLO A DIVINDADE BRASILEIRA

CABOCLO A DIVINDADE BRASILEIRA



O significado da palavra caboclo é próprio de bugle, indígena de cor acobreada, mestiço de branco com índio, caipira, roceiro, sertanejo, enfim caboclo é um brasileiro que habita o interior, o sertão das terras brasileiras.
Sendo assim, o caboclo ou o boiadeiro, não pertencem de forma alguma às nações vindas do continente africano!
Quando os negros aqui chegaram, primeiro os Bantu , quase duzentos anos depois os Nagô/Yorubá, os índios já habitavam essas terras.

Adoradores do sol, da lua, de seu Deus Tupã, com seus costumes, culturas, crenças, tradições e com suas línguas, como: Carajá, Cariri, Tupi Guarani, Xetá, Tupinambá, Tapirapé, Paracanã, Tupari e muitas outras.

Também temos aqueles que chamamos de caboclos de couro, brasileiros sertanejos, que habitam os sertões, as caatingas, as terras áridas na lida dura, no manejo de suas boiadas no interior dos sertões do Brasil.........
Por tanto os caboclos de pena e caboclos vaqueiros pertencessem a nação do Brasil.
Os caboclos estão aí para serem louvados e cultuados, basta apenas ter a competência para fazê-los de uma forma que não haja misturas entre o culto aos Minkisi, Orisá ou Vodun.
           Tendo conhecimento, podemos até assentá-los, porém da forma deles, com aquilo que lhes pertencem, como seus símbolos o sol, a lua, o arco e flecha, pedaços de pau, dentes de animais e tudo mais que à eles agradam, pois esses ancestrais dizem o que querem comer e beber por intermédio de possessão em seus médiuns e através de sua própria fala, dizem como elaborar seus assentamentos.

Esses assentamentos devem ficar fora do barracão em um lugar exclusivo à eles, sem nenhum tipo de mistura com os fundamentos das Divindades africanas.
pois os caboclos não pertencem aos bantu e nem aos Nagô e sim ao Brasil e à todos aqueles que os adoram e neles acreditam.
 

           OUÇA CANTIGA CANTADA EM TUPÍ POR TATA ONÍ E NÉNGUA JANAÍNA 

Nenhum comentário: