sexta-feira, 16 de setembro de 2011

ORIKI DE OXOSSI






ORIKI ÒSSOSI
Òsoosì.
Oxosse !
Awo òde ìjà pìtìpà.
Ó orixá da luta,
Omo ìyá ògún oníré.
irmão de Ògún Onírè.
Òsoosì gbà mí o.
Oxosse, me proteja !
Òrìsà a dínà má yà.
Orixá que tendo bloqueado o caminho, não o desimpede.

Ode tí nje orí eran.
Caçador que come a cabeça dos animais.
Eléwà òsòòsò.
Orixá que come ewa osooso.
Òrìsà tí ngbélé imò,
Orixá que vive tanto em casa de barro
gbe ilé ewé.
como em casa de folhas.
A bi àwò lóló.
Que possui a pele fresca.
Òsoosì kì nwo igbó,
Oxosse não entra na mata
Kí igbo má mì tìtì.
sem que ela se agite.
Ofà ni mógàfí ìbon,
Ofà é a arma poderosa que o pai usa em lugar de espingarda.
O ta ofà sí iná,
Ele atirou a sua flecha contra o fogo,
Iná kú pirá.
o fogo se apagou de imediato.
O tá ofà sí Oòrùn
Atirou sua flecha contra o sol,,
Oòrùn rè wèsè.
O sol se pos.
Ogbàgbà tí ngba omo rè.
Ó salvador, que salva seus filhos !
Oní màríwò pákó.
Ó senhor do màrìwó pákó !
Ode bàbá ò.
Meu pai caçador
O dé ojú ogun,
chegou na guerra,
O fi ofà kan soso pa igba ènìyàn.
matou duzentas pessoas com uma única flecha.
O dé nú igbó,
Chegou dentro da mata,
O fi ofà kan soso pa igba eranko.
usou uma única flecha para matar duzentos animais selvagens.
A wo eran pa sí ojúbo ògún lákayé,
Arrasta um animal vivo até que ele morra e o entrega no ojubo de Ogum.
Má wo mí pa o.
Não me arraste até a morte.
má sì fi ofà owo re dá mi lóró.
Não atire sofrimentos em minha vida, com seu Ofà.
Odè ò, Odè ò, Odè ò,
Ó Odè! Ó Odè! Ó Odè!
Òsoosì ni nbá ode inú igbo jà,
Dentro da mata, é Oxosse que luta ao lado do caçador
Wípé kí ó de igbó re.
para que ele possa caçar direito.
Òsoosì oloró tí nbá oba ségun,
Oxosse, o poderoso, que vence a guerra para o rei.
O bá Ajé jà,
Lutou com a feiticeira
O ségun.
e venceu.
Òsoosì o !
Ó Oxosse,
Má bà mi jà o.
não brigue comigo.
Ogùn ni o bá mi se o.
Vence as guerras para mim
Bí o bá nbò láti oko.
Quando voltar da mata,
kí o ká ilá fún mi wá.
Colhe quiabos para mim.
Kí o re ìréré ìdí rè.e,
ao colhê-los, tire seus talos.
Má gbàgbé mi o,
Não se esqueça de mim.
Ode ò, bàbá omo kí ngbàgbé omo.
Ó Odè, um pai não se esquece do filho.

Nenhum comentário: