sábado, 16 de julho de 2011

A história do Adeká ou (Oxu Metá - Nação Ketu.)

O JOGO DE BÚZIOS


A história do Adeká ou (Oxu Metá - Nação Ketu.)
Odu ejé
No culto Africano, que viria a se tornar o Candomblé no Brasil, não existia a figura do Babalaorixá. No culto Africano existia sim a figura da Yalorixá (mulheres) e do Oluwô (homens), o Oluwô era a pessoa mais importante na tribo, pois era ele que operava o Pelê Ifá (modo tradicional de se comunicar com os Orixás, feito da semente do dendezero), pelo motivo dos Oluwôs serem as pessoas mais importantes da tribo, eles eram defendidos e escondidos, para não serem trazidos como escravos.


Quando surgiram as primeiras casas de candomblé no Brasil, existia um grande problema, era muito dificil achar um Oluwô para se comunicar com os Orixás.


Com isso reuniram-se algumas Yalorixás, e foram a Africa, para ver o que podia ser feito.


Dentro de todas as idéias colocadas a única aceita pelos Orixás, foi, criar um jogo onde as mulheres pudessem jogar, se passaram 7 anos até este jogo ser desenvolvido junto aos Oluwôs na Africa, somente após este período as Yalorixás voltaram ao Brasil trazendo com elas o conhecimento deste novo método e um Oluwô Africano, para se comunicar com os Orixás, nasce assim o Merendilegum (jogo dos dezesseis), mais conhecido como jogo de Búzios.


Por isso que apenas ápos uma pessoa ser iniciada, catulada, raspada no Candomblé, devesse contar 7 anos para ela tomar a obrigação do Adeká e ai sim ver se ela pode ou não Ter mão para os Búzios (depende do Orixá Ori(cabeça) ), pois o jogo demorou 7 anos para ser desenvolvido.




Nenhum comentário: